Como ingressar na corrente

Decidir fazer parte de uma corrente mediúnica requer ponderar alguns pontos e desmistificar outros. A sua entrada como médium em uma casa não pode ser pautada na curiosidade ou ostentação (há quem ache que carregar guias no pescoço é glorioso ou superior a qualquer pessoa). Deve ser um chamado interno, ou seja, você deve sentir a necessidade de ser útil, de se aproximar da Luz Divina (através da caridade) e também evoluir como espírito errante que ainda somos. Diferente de um “pokemón”, a evolução não se dá conforme a quantidade de guias no pescoço ou andanças entre terreiros, mas pode ser presenciada nas atitudes do médium, na sua fala, no seu poder de compreensão e doação de amor, paciência, solidariedade... e por aí vai.

 

Ser médium de Umbanda não é ter apenas um compromisso com a casa que deseja fazer parte, é um compromisso consigo mesmo, com os guias e com Deus. Se a Umbanda te emociona, se você gosta de estar num terreiro, se você sente sua essência bater mais forte em você junto com os atabaques, bem-vindo! Você é como nós... apaixonado pela reza com alegria, música, vibração... É assim que nos comunicamos com Deus em conjunto, no terreiro, com os guias. Desta maneira ajudamos a nós mesmos a sermos melhores espíritos do fomos até ontem e temos o objetivo claro de melhorar ainda mais a cada dia. Não há comparação entre um e outro, temos que comparar a si próprios a cada dia, avaliando o que precisa ser melhorado.

"Não escolhi a Umbanda. Foi a Umbanda que me escolheu."

Jeito carinhoso de dizer que somos apaixonados pela Umbanda. Entretanto, a Umbanda está para todos, mas nem todos estão para a Umbanda. Nossa religião é dedicação ao espíritos, a caridade, ao amor... você está disposto a isso?

O caminhar na Umbanda, ao lado dos guias que nos fortalecem com mensagens e atitudes reveladoras do caminho correto, propicia a reforma íntima e com esta somos capazes de ajudar mais pessoas, seja através da nossa palavra ou das incorporações para os guias que ajudam a assistência que procura o terreiro.

Há falácias que impõe medo ao aspirante médium. Dizem que se um dia entrar para um terreiro, se quiser sair não poderá... que tudo o que conquistou irá ser tomado e etc. Bobagem! Deus não é punitivo, nós é que produzimos nossos próprios dissabores. O que ocorre é que muitas vezes o filho de Umbanda, com o equilíbrio espiritual conquistado, é muito feliz e sempre é maior que os seus problemas. A felicidade plena é comum quando estamos equilibrados!

Quando há o abandono espiritual (seja de qualquer religião, não falo só da Umbanda), nos falta este equilíbrio e por isso muitas coisas começam a se perder no caminho.

Sua obrigação como médium no TVB pode ser conhecida ao pé da letra no Regimento Interno, disponível aqui no site. Leia, visite as giras, e se o seu coração tocar me nossa casa, ela é sua também!

"Quem não vem pelo amor, vem pela dor."

 

Esta frase é retrato de uma dura realidade. Ou a gente se apaixona pela Umbanda, ou ela nos busca pelos compromissos já ancorados em outras encarnações. O livre arbítrio existe, e não é só nesta encarnação. Não somos obrigados a nada por imposição, mas muitas vezes a dor nos faz procurar a religião que sempre tivemos medo (devido sociedade preconceituosa) e além de ajuda encontramos a paz.

Passo-a-Passo

 

Se você tem dúvidas, procure mais informações, teremos prazer em lhe ajudar. Se você já tem certeza de que deseja fazer parte da nossa corrente, veja como proceder:

  1. Assista a todas as giras existentes no terreiro (segunda, terça, quarta, quinta, sexta e sábado) e se possível, não apenas uma vez. O ideal é que assista pelo menos um mês os trabalhos da gira que deseja ingressar;
     

  2. Preencha o cadastro de médium do terreiro que está disponível na Secretaria TVB (aberta de segunda à sexta, das 14h ás 23h) e entregue no mesmo local, o qual será autorizado pela mãe/pai de santo da gira escolhida;
     

  3. Volte na secretaria do terreiro uma semana após a entrega da ficha para receber as demais instruções para seu início na corrente. Dentre estas instruções estará marcada a data e hora para a reunião inicial de informações básicas (manual do médium TVB) e aquisição de crachá. Após esta ação o seu contato de facebook, caso tenha, será inserido no grupo exclusivo de médiuns TVB;
     

  4. Caso você ainda não saiba qual seu Orixá regente (não é necessário saber adjunto – segundo Orixá), ao entregar a sua ficha na secretaria agende o jogo de obi para o dia que você poderá estar presente;
     

  5. Ao iniciar na corrente as demais informações serão passadas através de cursos, bate papos, textos, etc;
     

  6. O médium deve retornar na secretaria um mês após a sua entrada para retirar o seu crachá;
     

  7. Caso seja de interesse do médium participar do grupo de leitura da Biblioteca Pai José, deve solicitar a ficha de cadastro da biblioteca. O mesmo será incluído no grupo de leitura do Facebook.

 

Dúvidas? lilian@vobenta.com.br ou com qualquer médium da hierarquia (capitães e pais pequenos)

  • Facebook - Círculo Branco
  • Branca Ícone Instagram

© 2020 por Terreiro de Umbanda Vovó Benta - Todos os direitos reservados 

Endereço: Rua José Zgoda, 205, Bairro Alto - Curitiba - Paraná | Telefone: (41) 3040 9746